Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Ministro da Educação visita obra da sede do Campus Rosário
Início do conteúdo da página Notícias

Ministro da Educação visita obra da sede do Campus Rosário

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 20/05/2021 11h53
  • última modificação 20/05/2021 12h04

O Ministro de Estado da Educação, Milton Ribeiro, realizou vistoria técnica na edificação da sede do Campus Avançado Rosário do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) neste domingo (16). Ele foi acompanhado pelo Reitor do IFMA, professor Carlos Cesar Teixeira Ferreira,  pelo Diretor-geral da unidade, professor Marco Torreão Filho, além de gestores da Reitoria e da unidade.

Em Rosário (da esq. à direita): Presidente da EBSERH, Oswaldo Ferreira; Presidente do FNDE, Marcelo Lopes; Ministro da Educação, Milton Ribeiro; Reitor do IFMA, Carlos Cesar Teixeira; Prefeito de Rosário, Calvet Filho; Presidente da FIEMA, Edilson Baldez; e Diretor-geral do Campus Avançado Rosário, Marco Torreão Filho.

A obra da sede definitiva do Campus Rosário tem projeto na ordem de R$ 5,9 milhões (valor inicial somado aos aditivos), e está 85% concluída. São mais de 5 mil metros quadrados, sendo três blocos – um acadêmico, um administrativo e um de laboratórios, além de área de vivência, estacionamento e urbanização. Concluída, a capacidade de atendimento da unidade será para até 720 estudantes.

Reitor Carlos Cesar destacou que garantia do orçamento é fundamental para preservação das atividades.

Para finalização da obra, e posterior entrega à comunidade do Campus, há necessidade de recurso financeiro para compra de mobiliário para os ambientes administrativos e pedagógicos, equipamentos de laboratórios, computadores, condicionadores de ar e acervo bibliográfico, entre outros itens. “Essa visita possibilitou ao Ministro Milton Ribeiro vivenciar um pouco do IFMA e a importância dessas obras para melhoria da oferta dos serviços que prestamos aos nossos estudantes e toda sociedade”, destacou Carlos Cesar.

O Reitor do IFMA ainda falou da dificuldade orçamentária e do impacto nas ações da instituição. “Compreendemos que há um cenário de baixa fiscal, e que isso tem reflexos na questão orçamentária. A Pandemia em curso tem sido extremamente danosa em todos os aspectos, mas esperamos que o orçamento das instituições federais de ensino possa ser reavaliado e restabelecido. Em Rosário, por exemplo, nosso campus funciona em uma sede provisória. A entrega dessa obra e de todas as demais têm sido aguardada pela nossa comunidade. Entretanto, hoje, o orçamento apresentado às instituições dificulta o bom andamento da capacidade de empenho e execução, e poderá afetar no custeio das atividades básicas, como a manutenção de contratos continuados”, disse o Reitor.

O Ministro Milton Ribeiro citou que a baixa no orçamento é uma realidade e anunciou o desbloqueio de parte do recurso. “Todos nós sabemos que houve corte no orçamento da educação, que havia uma previsão de um montante inicial e que infelizmente não foi possível liberar integralmente. Há uma baixa arrecadação e é isso que afeta diretamente o orçamento. Felizmente, ainda na sexta[14.05], conseguimos liberar mais de R$ 2,5 bilhões do orçamento dos Institutos e Universidades Federais que estava condicionado para aprovação do congresso nacional”.

Professores Carlos Cesar e Torreão Filho apresentaram a obra ao Ministro da Educação, Milton Ribeiro.

O Ministro da Educação também falou sobre a relevância do ensino profissional “Nós temos falta de técnicos, de mão de obra qualificada à demanda do País. Há sempre espaço para bons técnicos. O meu desejo é que o Institutos Federal do Maranhão e seus vários campi continuem sendo um lugar de formação de bons profissionais”, disse.

Outra ação anunciada pelo Ministro é o estudo para implementação de aproveitamento de créditos do ensino técnico na educação superior. “Aquele estudante que fez o Técnico em Agropecuária e que deseja cursar Engenharia Agronômica, por exemplo, estamos estudando que ele possa aproveitar disciplinas do ensino técnico na graduação”, explicou.

Campus Avançado Rosário

Com 335 estudantes, o Campus Rosário atua na oferta de cursos técnicos de nível médio em Administração, Informática e Informática para Internet, além de uma pós-graduação em Informática para Educação.

O campus atende estudantes das cidades de Rosário, Bacabeira, Morros, Cachoeira Grande, Presidente Juscelino e Santa Rita. Atualmente, 20 professores e cinco técnico-administrativos integram o quadro de servidores da unidade.

Desde sua implantação, o Campus Avançado Rosário já formou 10 turmas de Ensino Profissionalizante nas modalidades Integrado, Subsequente e Concomitante, além de mais de uma dezena de cursos de extensão e uma pós-graduação em Informática para Educação.

Marco Torreão Filho citou que sede definitiva possibilitará ampliação da oferta e melhores condições para servidores e estudantes.

“Com a sede definitiva, nossa oferta de cursos poderá ser ampliada e a capacidade de atendimento subirá para quase o dobro da atualidade. Teremos também a oportunidade de desenvolver projetos de pesquisa, extensão e responsabilidade social com mais condições aos nossos servidores e estudantes e também mais eficiência e eficácia ao cidadão, que hoje não é possível pela nossa estrutura física”, citou o Diretor-Geral de Rosário, professor Marco Torreão Filho em seu discurso.

Confira as fotos da agenda em Rosário

Confira o vídeo

registrado em:
Fim do conteúdo da página